A crise das bolsas

Não, não estou falando das bolsas de valores, é óbvio, e sim do acessório de moda mais lucrativo/rentável, carro chefe das principais grifes de luxo ou não da indústria da moda. Suzy Menkes já escreveu e é um pouco verdade, “a bolsa é o que te define entre a elite da moda”. E onde a Hermès Kelly reinava suprema, como a bolsa de maior status de luxo, hoje existem muitas outras cuja etiqueta de preço frequentemente ultrapassa a barreira dos 1000, seja em dólares ou euros.

Acontece que já é a segunda matéria (que eu me lembre de ter lido) falando sobre uma possível crise no mercado de bolsas de luxo. A primeira, foi publicada no jornal International Herald Tribune, pela Suzy Menkes, falando que especialistas no mercado de luxo já estão em busca da “nova bolsa”, ou seja, o acessório de luxo que tem potencial para substituir o que as bolsas representam para algumas grifes e também para os consumidores.

Só aí já dá para notar uma possível crise. Afinal, se há necessidade de um novo acessório para substituir as bolsas, é porque seu reinado não é eterno.

E hoje, no NY Times, Eric Wilson também escreveu sobre essa possível crise das bolsas. Lá, ele compara as bolsas (e seus preços absurdos) com os imóveis de Nova Iorque.

“Status handbags, you see, are a lot like housing. After the rise of the $1,000 purse, fashion’s equivalent of the $1 million studio, there inevitably comes talk of a backlash. Are we now living in a handbag bubble?

“The new condo market today is comparable to the It bag,” said Stephanie Phair, the vice president for merchandising for Portero, an online auction house that specializes in the resale of luxury goods. “Every bag has a name. At least in New York, you see the same thing with all those condo buildings going up with valets, pools, dog parks and fancy names. At some point, people are going to decide that, in fact, what they’d like is to go back to the tried and tested, the classic prewar or the apartment on lower Fifth Avenue.”

Segundo a matéria, o fenômeno das it bags pode acabar levando o mercado destes acessórios à exaustão. A cada seis meses ocorrem lançamentos de novos acessórios, muitas vezes com preços ainda mais absurdos. E o mais assustador de tudo é que as pessoas ainda se sentem compelidas a comprar tais bolsas que conferem um certo status à personalidade de quem as carregas.

Porém, já há indicativos que o comportamento dos consumidores começa a mudar, mesmo que ainda em um escala muito pequena. Segundo Julie Gilhart, direto de moda da Barneys New York, os consumidores desta loja de departamento estão em busca de objetos mais interessantes e duradouros e não algo que todo mundo está usando.

Outro indicativo é o aparecimento de bolsas à preços bem mais acessíveis. E aqui não estamos falando de marcas comuns, e sim de luxo também. Exemplo disso é a nova linha de bolsas desenvolvida por Stella McCartney em parceria com a LeSportsac, que serão vendidas à menos de US$350,00.

E então, será que as it bags estão com os dias contados?

Anúncios

6 Comentários

Arquivado em . NOTAS .

6 Respostas para “A crise das bolsas

  1. eu e a cris achamos que aqui perto da gente o fenômeno de it bags ainda nem começou. e uma coisa é ter como it bag uma kelly, outra coisa é ter (só) uma stam. não é?

  2. fashionyou

    Eu acho que as it bags, ainda podem cair, desaparecer, mas ainda vai demorar um tempo. Consumidoras verdadeiras não pensam muito antes de adquirir um produto caro, pq pra elas o que importa é o valor perante a sociedade…e os americanos são muito preocupados com o status social!!

    Beijos

  3. acredito q tudo na moda: é moda, e óbvio q as bolsas são um produto rápido de ser visto e por isso ñ há economia em ter o mais novo lançamento, sim apenas para alguns mortais!!!!

  4. finalmente esse seu post vai repercutir no oficina: essa semana! =)

  5. Pingback: Oficina de Estilo » Blog Archive » sobre it bags e hit bags

  6. Pingback: Oficina de Estilo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s